01.04.2020 - Atualizado 22.03.2021 às 23:16 |

Marcio Astrini, secretário-executivo do Observatório do Clima:

“O adiamento da COP26 era uma medida esperada diante da tragédia global da COVID-19, que não tem data para acabar. A emergência epidemiológica, porém, não desobriga os países de aumentar sua ambição e concretizar ações contra outra grande crise que a humanidade enfrenta, a climática. Quando a pandemia passar, teremos um mundo definitivamente transformado e uma economia global a reconstruir, e é imprescindível que essa reconstrução ocorra em bases sustentáveis. Devemos aprender com uma crise, para evitar outras. A conferência pode ser um passo decisivo nessa reconstrução.”

Relacionadas

Nossas iniciativas